sexta-feira, 17 de agosto de 2012

Encontro do desejo.


Encontro do desejo.

Estavas em casa sozinha apenas com um blusa e umas cuequinhas por baixo, a tua cara estava triste, meio aborrecida, como que farta de tar sozinha, estavas a ver o face no pc, mas nao estava nada de especial.
eu estava a ver-te, a imaginar-me ai atras de ti a fazer-te uma massagem e como que por magia estava la, era real, tu estavas mesmo a minha frente e eu a fazer-te uma massagem, comecei pelos ombros, o teu pescoço, as tuas costas, apenas a parte de cima porque estavas sentada no sofa.
Comecei a massagear-te novamente os ombros, mas agora as minhas mãos iam mais pela parte da frente do teu corpo, pelos teus braços, tu estavas como que imovel, não fazias nada, não dizias nada, quase que cheguei a pensar que também não respiravas, mas uma das minhas mãos tocou ao de leve um dos teus seios, e tu suspiraste, como que a pedir mais e como não comentaste, não disseste nada eu continuei,e massagei-te os seios, tão intensamente que tu gemias, mas apenas o fazia ao de leve, mas parece que foi o suficiente.
tu estavas quente, eu notava isso na tua respiração, na tua pele.
E eu queria mais, comecei por baixar um pouco mais e comecei a massagear-te a barriga, e volta e meia subia novamente para os teus seios, e a tua face, a tua cabeça o teu pescoço... depois voltava para baixo e a minha boca ia acompanhando a descida, comecei por beija a tua nuca, o teu pescoço, os teus ombros por cima da blusa, era u suficiente para sentires a minha respiração bem perto das tuas orelhas.
depois comecei a tirar-te lentamente a blusa, para ver qual seria a tua reação e foi levantares-te, pensei que tivesse ido longe demais, que não quisesses, mas puxaste-me pela mão e fomos para o teu quarto, onde despiste a blusa a minha frente e eu pude admirar os teus seios que estava louco por sentir.. por lamber, por chupar...
tu pareces ter-me lido o pensamento e deitaste-te na cama, mas de barriga para baixo e disseste que eu ainda não tinha acabado a massagem... Ri-me..
Fui novamente para tras de ti e coloquei cada um dos meus joelhos ao lado do teu rabo, de modo a ficar apoiado ao de leve nele.
e comecei a massagem, nos ombros, nas costas, em toda a area das costas e nos braços, parecias estar a adorar, e eu so pensava que tu ainda ias dormir...
Depois de algum tempo a fazer-te a massagem comecei novamente com os beijos ao mesmo tempo que te massajava. tu ias reagindo a cada toque, a cada beijo.
Andei mais para baixo e pude massagear-te as pernas, pude apreciar todo o teu corpo, que era maravilhoso, lindo, com curvas lindas, era incrivel como as cuequinas te ficavam tão bem.
A minha boca aproximou-se das tuas pernas e comecei com a massagem e os beijos, tu estavas toda arrepiada, mas depressa passou, as minhas mãos sentiam a tua pele a pedir mais, e eu queria mais, os meus dedos fugiam e por vezes sentiam o teu segredo bem guardado e tapado, mas sentia-o cada vex mais quente.
Foi quando te viraste de frente e me encaraste e me ficaste a ver e a olhares para a minha cara, que estava a apreciar todo o teu corpo agora de frente para mim.
Perguntei se querias a massagem da parte da frente, e tu disseste que nao, então fikei parado a olhar para ti como que sem saber o que querias... e tu perguntaste se eu ia demorar muito a beijar-te, porque ja nao aguentavas muito...

Claro que fikei louco de alegria, por fim ia sentir esses labios, essa pele, e comecei a beijar-te loucamente, e tu retribuias, tinhas uns beijos doces e fofos, tal como imaginei durante tanto tempo, nem sabias o quanto eu tinha sonhado com esse momento.
As minhas mãos percorriam todo o teu corpo e tu despias-me ao mesmo tempo que me acariciavas. Estava doido por te sentir, por te fazer gemer, por ser teu.
Quando estava nu, tu empurraste-me para o lado e levantaste-te, foi a tua vez de me apreciares, e eu disse que era injusto, pois ainda estavas de cuequinhas e eu não, e tu tiraste-as.
Uauuuuu que visão que tinha, naquele momento pensei que morri e tinha ido para o ceu...ou então que era um sonho.
Levantei-me e comecei a beijar-te e a acariciar-te, estavas muito molhada e quente, e etu acariciavas-me a mim que estava duro e grande... depois deitei-te na cama e beijei todo o teu corpo e demorei bastante no teu sexo, que ficou ainda mais molhado, tu gemias, contorcias-te, agarravas-me e eras meiga, tudo ao mesmo tempo...
Puxaste-me para ti, eu sabia o que querias, mas não te fiz a vontade, apenas sentiste roçar-te lentamente, e muito suavemente, mas tu foste mais rapida e esperta, quando fiz a segunda tentativa de roçar, as tuas pernas agarraram-me a cintura e puxaste-te para mim, no exacto momento em que eu roçava, sentiste a entrar todo de uma so vez, gritaste, eu pensei que te tivesse doido, e fikei kieto, mas tu querias que me mexesse e disseste para não parar, kerias mais...
Comecei a cadencia,primeiro devagar, depois mais rapido, tu ajudavas a fazer o ritmo, uma vez que ainda me tinhas preso. Eu sentia-me todo dentro de ti, ao mesmo tempo que tu sentias como te preenchia, sentias os meus testiculos a baterem no teu rabo a cada estocada. Sabias que eu nao ia aguentar muito tempo, nao, assim como estavas, doida, louca de tesão.
Deitaste-me e começas-te a sentar-te em cima de mim, eu acariciava os teus seios, o teu clitoris, e tu gemias,gritavas de prazer, estavas a ter um orgasmo brutal, e eu acompanhei-te e atingi o climax tambem, beijamo-nos e disse-te o quanto sonhava com isto, o quanto queria ser teu, e tu....
Tu nao estavas,tinha mesmo sido apenas um sonho... um sonho muito bom.

Sem comentários:

Enviar um comentário

Deixe o seu comentário. É muito importante para mim.
Obrigado.